quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Ferro armado para as fundações


04/11/2009 - O Ferro armado já está pronto, vão começar a construir as fundações da base.

6 comentários:

  1. Vim através do blog do aleixo.
    estou a gostar muito das fotos

    cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Olá Sónia e João,
    Sou seguidora do blog do Aleixo e agora serei do vosso também.
    A area de implantação parece-me ser magnifica.
    Felicite-os pela realização do vosso sonho. Espero também vir a concretizar o meu brevemente.
    Actualmente ainda estou na fase de projecto....mas não vejo a hora de começar a ver a casa a crescer.
    Cumprimentos
    S.Maia

    ResponderEliminar
  3. Olá Elisa e Sónia,

    Muito obrigado pelos vossos comentários. Sejam bem vindas ao nosso blog. Por enquanto ainda estamos na fase da base. A parte melhor (a da construção em madeira) deve começar no próximo mês, se tudo correr dentro dos prazos. Claro está que se quiserem depois ver ao vivo, podem sempre dar um saltinho a Santarém. Isso foi muito importante para nós.

    Sónia: A área de implantação é boa, embora na imagem esteja também implantado o terraço que vamos ter no seguimento dos alpendres. Isto porque, optámos por fazer agora uma casa mais pequena, mas deixando já tudo pronto a nível da base para uma eventual expansão no futuro.

    Espero que também consiga concretizar o seu sonho de construir uma casa de madeira. Já decidiu o tipo de casa e a empresa construtora? Um pormenor muito importante a ter em conta na fase de projecto são as janelas e entradas de luz natural. Isto porque as casas de madeira (quando não são pintadas com cores opacas) têm tendência a ser mais escuras. Para contrariar isso, alargámos quase todas as janelas (atenção que a área real de vidro é muito menor que a dimensão da janela no projecto por causa dos caixilhos), colocámos janelas de tecto (tipo velux) e escolhemos chãos claros.
    Mais conselhos e dicas é só dizer. Tentarei ajudar no que puder.

    Cumprimentos,

    João Filipe Pinheiro

    ResponderEliminar
  4. Olá novamente,
    O que eu disse das casas de madeira serem mais escuras aplica-se às madeiras tropicais como as utilizadas na nossa casa e na casa do Aleixo. No caso das casas com madeiras nórdicas (pinhos e afins) essa questão já não se põe tanto, pois essas madeiras são geralmente claras.
    É tudo uma questão de gostos e quem optar por madeiras de tonalidades mais escuras deverá ter esse pormenor em conta.

    Uma outra solução que aplicámos foi integrar algumas paredes de alvenaria na casa. Foram várias as razões: A primeira foi para a casa não ficar toda em madeira. Embora haja quem goste de ver a casa toda em madeira, pensamos que uma parede de alvenaria tornará a casa menos monótona e assim podemos pintar, colar enfeites, pôr papel, o que nos apetecer (a opção seria aplicar pladur por cima da madeira e então pintar). A segunda razão foi por uma questão de insonorização. As paredes simples interiores (no caso das casas em madeira tropical) têm geralmente 4,5cm de espessura o que faz com que a insonorização de divisão para divisão não seja muito boa. Sem isolamentos acústicos extra, quem não tiver isso presente poderá ser apanhado de surpresa mais tarde. Mais uma vez a solução seria aplicar uma camada de isolamento extra e depois o pladur. Alternativamente, quem fizer o seu próprio projecto pode ter isso em conta e, quando fizer as disposições das várias divisões, colocar as casas de banho ou dois roupeiros nas paredes interiores que separam os quartos, ou os quartos do resto da casa, de modo a que área de separação não seja apenas os 4,5 cm de madeira.

    Assim, nós optámos por colocar uma parede interna de alvenaria, que separa os quartos do resto da casa, o que nos permite ter em cada quarto uma parede diferente e ao mesmo tempo dá-nos maior insonorização.
    Esta foi a nossa opção, pensamos que foi a melhor no nosso caso. Depois verão o resultado e dirão da vossa justiça :-)

    Cumprimentos,

    João Filipe Pinheiro

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde João Pinheiro,

    Hoje mesmo lançou-se a primeira etapa da construção da casa, não propriamente a ver com a casa mas uma necessidade que advem desta. Purfuração para captação de água. Infelizmente em Portugal ainda vivemos numa sociedade que a grande parte das zonas interiores ou distantes das grandes cidades não têm saneamento e água potável.
    Quanto à casa já está em fase de projecto, o qual esta a ser feito pela empresa que construirá a casa. Ou seja, estamos a fazer uma coisa como a idealizamos dentro das possibilidade e dificuldades que o terreno, licenças e essas coisas exigem.
    A empresa que optamos será a CARMEL, empresa nacional já com 40 anos de actividade no ramo.Terá sido a primeira empresa portuguesa nesta actividade. E os motivos de escolha foram variados. Mas claro os que tiveram mais peso foi temos pessoas conhecidas que têm casas da carmel, uma delas já com 20 anos e encontra-se impecavel, a acessibilidade das pessoas que lá trabalham, a experiencia de tantos anos.
    A madeira a utilizar será o pinho, pelo que o problema da luz já é facilitado. No entanto segui todas as recomendações que fui lendo no forum das casas de madeira e ter janelas em todas as divisões, no meu caso serão sacadas foi um factor que tivemos sempre e conta.
    Pessoalmente também vamos optar por combinar alvenaria com madeira no interior da casa. Ao ler as suas palvaras pareceu-me ouvir a mim mesma. O recurso ao pladur faz com que haja a quebra de monotonia podemos pintar, colar ....... permite-nos aposteriori criar ambientes diferentes.
    Sem duvida que a madeira está a crescer em Portugal.....espero que seja para ficar que pelos menos as barreiras que encntramos em alguns aspectos sejam facilitados.
    Continuação de boas obras, estarei sempre a espreitar!
    Cumprimentos
    S.Maia

    ResponderEliminar
  6. Olá novamente Sónia Maia,

    Uma vez que vai fazer uma casa de madeira de pinho com a Carmel, deixáva-lhe aqui a ideia de fazer também um blog com a construção da sua casa. Agora que nós e o Aleixo já temos os nossos blogs com as construções em madeira tropical feitas pela Imowood e Monjolo, respectivamente, o Zé Carlos já criou um blog com as fotos da casa dele feita em pinho pela Rusticasa, uma nova casa em pinho, desta vez construida pela Carmel vinha mesmo a calhar. Que lhe parece a ideia? :-)

    Cumprimentos,

    João Filipe Pinheiro

    ResponderEliminar